Já é Natal! Por que agradecer?

enfeites-de-natal-3

 

Já estamos em novembro, as lojas já estão todas repletas de decoração natalina e, como todo ano, tem muita gente se lamentando pela chegada deste período do ano. A chegada do Natal me traz tantos sentimentos bons, que logo, sem perceber, já me pego fazendo uma breve retrospectiva de tudo que me aconteceu de janeiro até aqui e acabo sendo invadida por um enorme sentimento de gratidão.

Não quero aqui falar sobre o Natal em si, muito menos me despedir de 2016, deixarei isso para dezembro mesmo, pois tenho certeza que ainda tem muita coisa boa por vir até lá. Quero apenas compartilhar um pouco do que sinto quando termina o “Pa-Pé-Pio” e começa o Rou-Rou-Rou”.

Como é bom chegar até aqui e ver que tenho um Deus que me acompanha e me ajuda a dar cada passo. Como é bom olhar um pouco pra trás e ver que algumas coisas aconteceram, para que outras melhores e mais abençoadas pudessem chegar (pra ficar). Sou grata pelo amor, pela dor, pela saúde e pela família. Como é bom estar aqui e poder dizer o porquê sou grata.

Dizem por aí que “Gratidão” é a palavra da moda. Tudo agora é gratidão. Que palavra mais linda pra virar modinha, não é? Meu desejo é que essa moda dure e que a palavra deixe de ser apenas falada e passe também a ser vivida e sentida, diariamente e nas pequenas coisas. Expressar esse sentimento valoriza as experiências e situações positivas da vida.

 

grateful

 

Para que a gratidão vire uma atitude, é preciso começar a praticar, sendo grato por cada bênção que recebemos e por aqueles que nos fazem o bem. Quando agradeço, reconheço que preciso receber de alguém o que não posso dar a mim mesmo. Desta forma, se afirma o quanto somos dependentes do outro e que não vivemos sozinhos, reforçando, assim, nossos laços sociais.

Se agradecer for um exercício muito desafiador pra você, recomendo que exercite diariamente, escrevendo pequenas coisas que aconteceram no seu dia que lhe faz deitar a cabeça no travesseiro e sorrir. Se ainda assim, não vier à mente nada de bom que lhe aconteceu, lembre-se do que poderia dar errado e não deu. Por exemplo, você chegar em casa em paz, após um dia inteiro de trabalho. Diante do mundo que vivemos hoje, isso já é um bom motivo para agradecer.

Mas e se aquilo que tanto queremos ainda não aconteceu? Aquilo que pedimos todos os dias antes de dormir? Só tenho algo a dizer: agradeça! Tudo tem seu momento certo. O estado mais elevado de gratidão é atingido quando somos gratos pelo que ainda não recebemos.

“Se a única oração que você fizer em sua vida for um ‘Obrigado’, isso já será o bastante.” – Meister Eckhart

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *