5 lições que aprendi com o filme “Desafiando Gigantes”

6cpt181010

Um time de futebol High School em um momento nada bom; comandado há seis anos pelo técnico Grant Taylor; um treinador prestes a ser demitido de sua função, por nunca levar sua equipe ao título da temporada; e um casal em crise, após quatro anos tentando ter filhos. É assim que começa Desafiando Gigantes, um filme que me fez refletir muito sobre a importância de confiar em Deus a todo instante e tê-lo como o centro de tudo. Separei pra vocês mais cinco lições que aprendi, mas se quiserem posso listar até vinte, de tão lindo que é esse filme.

  • Agradecer pelas vitórias e derrotas

A partir do momento que o treinador percebeu que era preciso colocar Deus no centro do time, ele passou a estimular a equipe a agradecer após todos os jogos, não importa o resultado. Desta forma, a equipe percebeu que, além de agradecer pelas partidas que venceram, é fundamental agradecer também pelos momentos difíceis, afinal é com eles que temos mais aprendizados.

Agradecer a Deus pela conquista de uma promoção no emprego é tão importante quanto ser grata por todas as oportunidades que me foram negadas no momento que mais precisava. Afinal, assim posso dar a devida importância ao que tenho hoje e posso também me preparar mais para subir degraus ainda mais altos.

  • Confiar no tempo de Deus

Confiar no tempo de Deus é ter a certeza de que alguma hora e de alguma forma tudo vai dá certo. É fazer a minha parte, confiar que a mudança virá e que existe um Deus maravilhoso agindo ao meu lado. É saber que se algo ainda não aconteceu do jeito que eu queria é porque Deus tem algo bem melhor pra mim.

Foi assim com o casal Grant Taylor e Brooke Taylor. Há quatro anos o eles tentavam engravidar, sem confiar que Deus podia agir. Mas tudo mudou quando eles passaram a acreditar no tempo de Deus!

cyx7ekjaqrid1ds6mfugpg1r1uc

  • A dor gera crescimento

Ao ver todo o time desmotivado, o treinador Grant Taylor chama dois jogadores e passa-lhes um desafio pedindo para que ele dê o melhor de si. Ele coloca vendas nos olhos do jogador que deve carregar outro jogador nas costas, e diz que faz isso para que ele não desista. Enquanto isso os colegas de time riem e duvidam que ele vá conseguir atingir a meta, porém, o jogador vai além da meta estipulado pelo treinador e consegue atravessar todo o campo com o colega nas costas. E os colegas ficam fascinados com isso.

Com essa cena eu pude ver o quanto as vezes é necessário uma venda diante dos nossos olhos para que possamos acreditar no quanto somos capaz. É preciso muitas vezes passar pela dor para crescer e acreditar o quanto podemos. Com esse trecho, aprendi que precisamos mais confiar em nós mesmo e que a perseverança é uma grande aliada dos que alcançam seus objetivos.

gigantes-otimo

  • Honre seus pais

Não é à toa que este é o quarto mandamento da Lei de Deus e a quarta lição que aprendi com filme. Honrar pai e mãe é uma forma segura de amar a Deus sobre todas as coisa. Essa é uma lição que aparece de forma sutil no filme, mas que faz toda a diferença para o desempenho de um dos jogadores do time. Muitas vezes desrespeitamos aqueles que mais nos amam. Muitas vezes julgamos algumas atitudes de nossos pais, mas a gente esquece do que Deus pediu. Apenas amar! Eles são humanos, eles fazem tudo com amor.

  • Escute sempre a voz do seu treinador

Mesmo quando tudo parece não fazer sentido, mesmo quando não tiver mais forças físicas e psicológicas, a decisão mais sábia que podemos tomar é a de continuar ouvindo as palavras encorajadoras dAquele que conhece o nosso verdadeiro potencial e que nos convidou a darmos o primeiro passo, o nosso Deus. Ainda que abandonados por todos no meio do percurso… nosso Treinador não desiste de nós, Ele continua andando ao nosso lado e dizendo “vamos, só mais um pouco, eu sei que você pode”.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *