5 maneiras de pedir perdão em qualquer relacionamento

perdão

Hoje vou falar com você sobre algo que todos nós, em algum momento da vida, vamos precisar: do perdão! Seja pedindo ou concedendo, o perdão sempre será a melhor maneira de restauração gradativa da confiança do outro em qualquer relacionamento.

Por meio de diversas pesquisas, os experientes conselheiros Gary Chapman e Jennifer M. Thomas abordam com competência este tema em As Cinco Linguagens do Perdão. Um livro que, para mim, deveria ser leitura obrigatória para todos nós, pelo menos uma vez na vida.

No livro, o autor mostra que sem o pedido de perdão, a ofensa permanece como uma espécie de barreira e a qualidade do relacionamento fica comprometida. Os bons relacionamentos são sempre marcados pela disposição de pedir e conceder perdão, bem como pelo interesse na reconciliação. Muitos relacionamentos são frios e distantes porque as pessoas nem sempre demonstram tal disposição.

Foi a partir desta leitura que eu comecei a saber a importância exata dessa atitude para uma relação saudável com qualquer pessoa. No livro, Chapman definiu 5 linguagens para pedir perdão em qualquer relacionamento, como você pode ver abaixo:

1-  Manifeste arrependimento

Demonstrar arrependimento é fundamental aos bons relacionamentos. Muitas pessoas pedem perdão apenas da boca para fora  e não manifestam verdadeiramente o arrependimento.

Para que a outra parte entenda bem o seu arrependimento, é fundamental ser  específico na hora de pedir desculpas. Caso isso seja muito desafiador, escreva o seu pedido de perdão em um papel. Essa é uma ótima maneira de expressar e se fazer entender da melhor maneira.

Para essas pessoas e muitas outras, a demonstração de arrependimento como linguagem de amor no processo do perdão é muito importante na cura e na restauração do relacionamento.

2- Aceitação da responsabilidade

Para muita gente, a parte mais importante do processo do perdão é quando a pessoa admite que seu comportamento é errado. Por que é tão difícil para algumas pessoas dizer: “Errei”?

Com freqüência, nossa relutância em admitir um erro está vinculada ao valor que nos atribuímos. Reconhecer o erro pode dar a impressão de fraqueza. Por isso pensamos assim: “Só os tolos admitem erros. Gente inteligente tenta mostrar que agiu de determinada maneira porque tinha bons motivos”.

3- Compensação do prejuízo

Muitas vezes, reconhecer o erro e assumir o prejuízo causado na vida de alguém não é o suficiente para ser perdoado. Para muitas pessoas é extremamente necessário compensar o prejuízo causado, de alguma maneira.

A idéia de “fazer o que é justo” para compensar um erro está inserida na estrutura psicológica de todos os seres humanos. Tanto o sistema judiciário quanto os relacionamentos pessoais são fortemente influenciados por esse conceito fundamental.

4- Arrependimento genuíno

Uma etapa fundamental na estrada do arrependimento é desenvolver um plano de mudanças. Muitos pedidos de desculpas não são suficientes para restaurar o relacionamento porque falta um plano para promover mudanças positivas.

De acordo com Chapman, para ter um arrependimento genuíno, de fato,  é fundamental saber da parte ofendida o que é preciso fazer para que o erro não ocorra. Por exemplo: Eu a entristeci, pois voltei a cometer o mesmo erro. O que preciso fazer para recuperar sua confiança?

5- Pedido de perdão

Existem pessoas ofendidas, que nada é tão importante quanto receber um pedido de perdão verdadeiro. De acordo com as pesquisas de Chapman, quando questionados sobre o que algumas pessoas esperam de um pedido de perdão, uma em cada cinco pessoas (21%) respondeu: “Espero que ele/ela me peça desculpas”. Essas são as palavras mágicas que indicam sinceridade. 

Na hora de pedir perdão, não é preciso incluir todas as cinco linguagens no processo. Para que esse pedido seja aceito, é necessário falar com sinceridade a linguagem (ou as linguagens) que a pessoa ofendida assimila melhor. Aí, ele (ou ela) considerará o pedido genuíno e provavelmente o aceitará. Esse é o grande segredo!

 

“Que o perdão seja abundante.
Que o amor seja constante.
E que o diálogo seja ponte de um recomeço.”

O que ninguém me falou sobre A Cabana

a cabana o lado bom

Quero hoje falar sobre um filme que me despertou para diversos questionamentos até então sem explicação. Um filme que certamente veio ser luz e esperança para muitos jovens que nunca tiveram contato nenhum com Deus. A Cabana, uma grata e delicada surpresa sobre as diversas formas de Deus se manifestar conosco. Um filme que mostra um Papai cheio de amor, que não julga, não condena, apenas ama.

Como eu não tinha lido o livro (ainda bem), foi tudo muito surpreendente. Desde a forma que Deus se manifestou para Mack, até a forma que Ele ensinou o sentido do verdadeiro amor. Até a metade do filme, ainda tinha aquela esperança da criança reaparecer, mas logo depois fui percebendo o propósito. O filme tenta explicar de uma forma totalmente amorosa e piedosa que a morte não é o fim, que toda dor tem um porquê e por trás de quase todas as tristezas que vivemos tem um perdão a ser dado.

a-cabana-jesus-agua-filme

Antes de assistir ao filme evitei ler sinopse ou assistir trailer. As críticas sempre apareciam na frente. Ouvi falar de muitas heresias, pecados, blasfêmia, enfim. Mas tiveram algumas observações que não vi em lugar nenhum. O filme (assim como o livro) não é baseado em fatos reais e nem na Bíblia, o filme é uma ficção. Uma linda ficção que pode ser a primeira experiência de alguém com o Amor de Deus.

Quantas pessoas não conheceram a Deus ao ler ou assistir A Cabana? Quantos pessoas passaram a entender e a conviver com a morte de alguém muito querido, após assistir à experiência de Mack? Quantas filhos não perdoaram seus pais? Quantos pais não passaram a dar mais amor aos seus filhos?

A Cabana, para mim, vai muito além de um filme, é uma experiência espiritual. É uma pequena amostra da grandeza que é o Amor do Pai. É um pequeno exemplo de uma vida completa e feliz com a luz da santíssima Trindade. É autoconhecimento. Um bom momento de você olhar para dentro de si e enxergar que é hora de parar, buscar a Deus para enfim recomeçar. É não desistir de remar e olhar para Deus quando tudo parecer difícil.

Quantas vezes Deus nos convidou a voltar à alguma cabana de nossas vidas para curar de vez uma dor ou mágoa profunda? Quantas vezes nos acomodados com esse sentimento ruim dentro de nós, virando aquela mágoa de estimação?

a cabana

Aprendi que o mal existe, mas que ele não vem de Deus! O mal não vem de Deus!!! Mas ele, sendo pai e Amor, consegue (se permitirmos) transformar tudo de ruim em aprendizado, em crescimento e em força. Ele, com todo seu amor, nos dá tudo que precisamos para um recomeço! Afinal, nascemos para amar e sermos amados!

Mas para mim, o que ficou mais forte é que muitas vezes achamos que somos juízes  e só sabemos apontar aquilo que os outros tem de pior. Porém, quando, no filme, a Sabedoria encontra Mack e o coloca como de fato um juiz, escolhendo entre os seus dois filhos, ele ver o quanto é essa posição não compete ao homem. Apenas Deus é capaz de julgar!  “Desista de ser juiz e no meio da sua dor, você poderá abraçar o amor e esse é o início da viagem para casa…”

[Resenha] Louco por Viver: desperte sua paixão pela vida

  louco por viver o lado bom

Sabe quando você se encanta com uma leitura ao ponto de ter mais vontade ainda de viver? Foi isso que senti com o meu novo queridinho, um livro bem especial que me deu um novo estalo para a vida e me fez ter ainda mais vontade de ousar, aprender e arriscar.

Escrito por Roberto Shinyashiki, “Louco por Viver” é um livro que tem bem a vibe desse blog, começando pela capa <3. Eu não poderia deixar essa leitura passar batida, sem compartilhar com vocês alguns detalhes que podem fazer toda a diferença na sua vida, neste exato momento.

Em dez capítulos, Shinyashiki te conduz a sair da mesmice do dia a dia e ir em busca de uma vida cheia de prazeres e novas descobertas. Sem se prender a uma felicidade egoísta, onde eu sou mais importante do que tudo, o livro traz uma forma de viver mais doadora e preocupada em realizar todos nossos sonhos.

Mesmo trazendo assuntos que já conheço bastante e que para muitos possa parecer óbvio ou bem “batido”, Louco por Viver me trouxe uma nova possibilidade de viver mais preocupada com  “ser feliz hoje”, com ”viver apaixonada”, com “correr riscos para ser feliz”.

Quer uma dica boa? Tenha esse livro na sua estante, para você ler sempre que achar que sua vida está parada demais.  Além de uma diagramação pra lá de caprichada e uma leitura gostosa, Shinyashiki traz diversas reflexões válidas para aproveitar intensamente cada momento da vida.

livro 2

Para você ficar com um gostinho bom do que é esse livro, separei 30 frases, que mais me encantaram nele, para te inspirar até que você comece essa leitura:

  1. “Experimente estender seus braços primeiro, e não apenas ficar esperando que alguém faça isso para você”
  2. “Pare de se preocupar com sua imagem e comece a colocar sua energia em fazer o que realmente está com vontade de fazer”
  3. “Não se dê tempo para sentir derrotado”
  4. Sem tesão não há solução”
  5. “Imaginar que você vai ser feliz no futuro, quando realizar um objetivo, é fazer da sua vida um peso a ser carregado”
  6. “Só existe algo mais cruel do que está no caminho errado: é persistir nesse caminho com convicção”
  7. Quando um problema se repete na sua vida, é um sinal de que está avançando pelo caminho errado”
  8. “As pessoas hoje vivem mais interessadas em parecer do que ser”
  9. “Lembre-se de que sua felicidade é mais importante que sua imagem”
  10. “Deixe um tempo livre na sua agenda para as surpresas acontecerem, sem nada marcado”
  11. “O pássaro da realização pessoal tem duas asas: uma da felicidade e a outra do sucesso”
  12. “Uma pessoa não pode focalizar para sempre um único objetivo, porque vai acabar destruindo outras áreas importantes da vida”
  13. “Se você esperar até que tudo esteja certo e seguro para começar a navegar em busca dos seus sonhos, vai passar sua vida parado em um porto, que com certeza não é onde você quer estar”
  14. “Dê mais alegria aos seus sonhos do que aos seus medos”
  15. “Procure enterrar a dor e deixar sua alma livre para viver cada dia melhor”
  16. “Quando tiver vontade de reclamar de alguém, tenha sempre à mão uma alternativa. Por exemplo: para cada defeito que você quiser apontar, pense em três qualidades”
  17. “Preste atenção às suas reclamações. Por trás delas, certamente há muita coisa que você se recusa a assumir”
  18. “Se nada terminasse, nada de novo começaria”
  19. “Se sentir que tudo está certo e ao mesmo tempo tedioso, saia do ponto morto e acelere com intensidade”
  20. “Cada momento é um lugar onde você nunca esteve”
  21. “Apaixone-se por você e pelo que faz bem à sua alma”
  22. “Esqueça a ideia de que você pode fazer alguma coisa para que as pessoas mudem”
  23. “Procure sempre ser gentil e doe pelo prazer de ajudar”
  24. “As pessoas mais felizes olham para o lado e estão sempre dispostas a ajudar”
  25. “Nossa paixão por viver também vem de ajudar os outros a serem felizes”
  26. “Uma pessoa que sente gratidão sem manifestar isso, é como alguém que compra um presente, mas não o entrega”
  27. “Uma amizade é a melhor oportunidade para aprender amar mais e melhor”
  28. “Procure o lado positivo das coisas”
  29. “Aceite o convite para o novo momento da sua vida”
  30. Coloque um sorriso no rosto das pessoas”