IMG-20170821-WA0034

400 cestas, 100 famílias e muita gratidão em Maranguape

Foi um domingo. Desta vez, não foi preciso pegar estrada longa nem dormir no local. Mais uma vez fomos entregar alimento para quem precisa mais do que nós. Digo ‘mais uma vez’ mas nunca é mais um.  É sempre diferente,  é sempre aprendizado, é sempre alegria.  Enfim,  a onda do bem chegou em Maranguape, Região metropolitana de Fortaleza, na localidade de Serra da Pelada. Foi um bate-volta lindo de se ver e viver.

Mas antes de chegar até lá, foram três meses de campanha, divulgação e arrecadação de muitas pessoas empenhadas em fazer o bem. Divulgação nas redes sociais, festa de aniversário e até festa junina foi realizada com o objetivo de arrecadar doações em alimento e em dinheiro para esse dia. Como sempre, Deus surpreende e sempre coloca no caminho pessoas de um coração sem tamanho para nos  acompanhar até nossos destinos.

Chegando em Serra da Pelada fomos recebidos com educação, entusiasmo, organização e muito amor. Experiências como essa,  para mim, são como um intercâmbio. Nós levamos alimento, brinquedos e alegria. Eles nos dão carinho, sorrisos, lição pra vida, muitas histórias para contar e mais motivos ainda para agradecer.

 

 

 

Barbearia de Fortaleza leva autoestima a moradores de rua

ação 24

Ufaaa! Voltei! Pouco mais de um mês longe e parecia uma eternidade mas vamos lá! Antes de eu começar a fazer trabalhos voluntários, buscava grupos que já tinham o hábito de ajudar o próximo, afinal era uma maneira mais fácil de começar. O primeiro grupo que participei foi o Grupo AMOR (Grupo de Apoio a Moradores de Rua). Lá descobri um lado que existe na maioria das cidades do país, mais que quase ninguém quer vê.

Estou falando dos moradores de ruas, mas assim como a banda Rosa de Saron, prefiro chamar “Anjos das Ruas!”. Eles estão por toda parte e muitas vezes nós fechamos os olhos e desviamos o olhar de uma realidade, que é sim, nossa responsabilidade ou pelo menos parte da nossa missão de amar ao próximo.

E foi assim que pensou o Josemilton, proprietário da barbearia Zé Barbeiro, em Fortaleza. Ele resolveu usar sua arte para dar mais vida e beleza a quem muitas vezes passa despercebido por nós. A ação aconteceu em parceria com o projeto Mais Vida, com a comunidade Toca de Assis, cabeleireiros e barbeiros e por meio de doações de produtos de higiene pessoal arrecadados no próprio Zé Barbeiro.

Pronto! Eles tinham tudo que precisavam para fazer desse domingo um dia bem especial, nas ruas do Centro da Cidade! Conseguiram levar mais alegria e autoestima a mais de 40 pessoas que, muitas vezes, passam a vida tentando ser pelo menos olhado nos olhos.

Essa já é a terceira ação que a barbearia realiza com parceiros e voluntários no Parque das Crianças, localizado no Centro de Fortaleza. Mas em breve estarão levando novamente mais sorrisos e beleza às ruas de nossa cidade! A sociedade que a nós desejamos é outra, é igualitária, justa e sustentável!”

 

são joão solidário

Casablanca Turismo realiza São João Solidário no próximo sábado

O mês de junho já está chegando ao fim, mas as festas juninas ainda estão a todo vapor! Ainda dá tempo de você dançar um arrasta pé, da melhor maneira possível: ajudando ao próximo. Isso mesmo!

No dia 01/07, a Casablanca Turismo realiza seu 17º São João Solidário.  A festa é aberta ao público e acontece no Pirata Bar. Os ingressos estão à venda nas lojas da Casablanca Turismo e no local do evento.

Há 17 anos a Casablanca Turismo realiza o São João Solidário, uma gincana interna durante todo o mês de junho onde os funcionários são divididos em dois grupos: Lampião e Maria Bonita, e vence o grupo que arrecadar a maior quantidade de alimentos e bolsas de sangue.

Este ano, a agência de viagens se uniu ao Grupo Gratidão, grupo que participo e que já falei algumas vezes aqui das ações realizadas. E desta vez, a onda do bem vai desaguar na Serra Pelada, município de Maranguape-Ce.

 

Comunidade de Serra Pelada, no Município de Maranguape.

Comunidade de Serra Pelada, no Município de Maranguape.

Comunidade de Serra Pelada, no Município de Maranguape.
Comunidade de Serra Pelada, no Município de Maranguape.

 

Para ajudar essa comunidade, adquira já o seu ingresso ou entre em contato com o Grupo Gratidão. Quando a ação acontecer, estarei contando pra vocês, com detalhes como foi a entrega das doações. Sem dúvidas, será um momento único!

Confira algumas ações realizadas pelo Grupo Gratidão que foram notícia no Blog:

O poder da solidariedade no Sertão Cearense

O lado bom de juntar tampinhas

Serviço:

XVII São João Solidário do Grupo Casablanca Turismo
Data: 01 de julho, às 19h
Local: Pirata Bar – Praia de Iracema
Entrada: Ingresso + 1Kg de alimento

5 maneiras de pedir perdão em qualquer relacionamento

perdão

Hoje vou falar com você sobre algo que todos nós, em algum momento da vida, vamos precisar: do perdão! Seja pedindo ou concedendo, o perdão sempre será a melhor maneira de restauração gradativa da confiança do outro em qualquer relacionamento.

Por meio de diversas pesquisas, os experientes conselheiros Gary Chapman e Jennifer M. Thomas abordam com competência este tema em As Cinco Linguagens do Perdão. Um livro que, para mim, deveria ser leitura obrigatória para todos nós, pelo menos uma vez na vida.

No livro, o autor mostra que sem o pedido de perdão, a ofensa permanece como uma espécie de barreira e a qualidade do relacionamento fica comprometida. Os bons relacionamentos são sempre marcados pela disposição de pedir e conceder perdão, bem como pelo interesse na reconciliação. Muitos relacionamentos são frios e distantes porque as pessoas nem sempre demonstram tal disposição.

Foi a partir desta leitura que eu comecei a saber a importância exata dessa atitude para uma relação saudável com qualquer pessoa. No livro, Chapman definiu 5 linguagens para pedir perdão em qualquer relacionamento, como você pode ver abaixo:

1-  Manifeste arrependimento

Demonstrar arrependimento é fundamental aos bons relacionamentos. Muitas pessoas pedem perdão apenas da boca para fora  e não manifestam verdadeiramente o arrependimento.

Para que a outra parte entenda bem o seu arrependimento, é fundamental ser  específico na hora de pedir desculpas. Caso isso seja muito desafiador, escreva o seu pedido de perdão em um papel. Essa é uma ótima maneira de expressar e se fazer entender da melhor maneira.

Para essas pessoas e muitas outras, a demonstração de arrependimento como linguagem de amor no processo do perdão é muito importante na cura e na restauração do relacionamento.

2- Aceitação da responsabilidade

Para muita gente, a parte mais importante do processo do perdão é quando a pessoa admite que seu comportamento é errado. Por que é tão difícil para algumas pessoas dizer: “Errei”?

Com freqüência, nossa relutância em admitir um erro está vinculada ao valor que nos atribuímos. Reconhecer o erro pode dar a impressão de fraqueza. Por isso pensamos assim: “Só os tolos admitem erros. Gente inteligente tenta mostrar que agiu de determinada maneira porque tinha bons motivos”.

3- Compensação do prejuízo

Muitas vezes, reconhecer o erro e assumir o prejuízo causado na vida de alguém não é o suficiente para ser perdoado. Para muitas pessoas é extremamente necessário compensar o prejuízo causado, de alguma maneira.

A idéia de “fazer o que é justo” para compensar um erro está inserida na estrutura psicológica de todos os seres humanos. Tanto o sistema judiciário quanto os relacionamentos pessoais são fortemente influenciados por esse conceito fundamental.

4- Arrependimento genuíno

Uma etapa fundamental na estrada do arrependimento é desenvolver um plano de mudanças. Muitos pedidos de desculpas não são suficientes para restaurar o relacionamento porque falta um plano para promover mudanças positivas.

De acordo com Chapman, para ter um arrependimento genuíno, de fato,  é fundamental saber da parte ofendida o que é preciso fazer para que o erro não ocorra. Por exemplo: Eu a entristeci, pois voltei a cometer o mesmo erro. O que preciso fazer para recuperar sua confiança?

5- Pedido de perdão

Existem pessoas ofendidas, que nada é tão importante quanto receber um pedido de perdão verdadeiro. De acordo com as pesquisas de Chapman, quando questionados sobre o que algumas pessoas esperam de um pedido de perdão, uma em cada cinco pessoas (21%) respondeu: “Espero que ele/ela me peça desculpas”. Essas são as palavras mágicas que indicam sinceridade. 

Na hora de pedir perdão, não é preciso incluir todas as cinco linguagens no processo. Para que esse pedido seja aceito, é necessário falar com sinceridade a linguagem (ou as linguagens) que a pessoa ofendida assimila melhor. Aí, ele (ou ela) considerará o pedido genuíno e provavelmente o aceitará. Esse é o grande segredo!

 

“Que o perdão seja abundante.
Que o amor seja constante.
E que o diálogo seja ponte de um recomeço.”

Faça essas 3 coisas quando tudo parecer desmoronar

Esses dias venho ouvindo repetidas vezes (entenda como umas 3 vezes por dia :D) uma das músicas inspiradoras do Jason Mraz. Ela fala sobre uma forma sensacional de superar aqueles momentos de desespero, dificuldade e sensação de fundo do poço que muitos de nós passamos, pelo menos uma vez na vida! A música se chama 3 things! São 3 coisas que devemos fazer para superar, dar a volta por cima e viver o novo!

Vamos às três “pequenas” coisas:

 1 – “Choro muito e seco meu coração”

chorar

Jason diz que sem isso sua nova vida não começa. E, de fato, é verdade! É preciso viver o momento de dor e chorar tudo que se deve nesse momento. Chorar é saudável, nos liberta da frustração e alivia a alma. Dizem que “emoções expressadas são emoções superadas”.

Guardar lágrimas por muito tempo só irá corroer os bons sentimentos e impedirá você de viver o novo que temos à nossa espera. A impressão que eu tenho é que as lágrimas que caem nos momentos de angústia, levam com elas tudo de ruim que não é para ser meu.

Mesmo que as coisas não mudem por uma lágrima, sempre podemos retomar a situação com mais calma. Pesquisas afirmam que depois do choro, nos sentimos bem melhor. Porém, não devemos nos entregar completamente e somente chorar, porque a vida requer coragem. Tudo tem a dose certa! 

   2 – “Fecho os olhos e agradeço por cada momento da minha vida”

agradeço

Para Jason, a segunda coisa que devemos fazer quando tudo parece desmoronar é agradecer pelas outras coisas que já temos. Quando somos intensa e verdadeiramente gratos, nos tornamos ímãs de pessoas boas e de oportunidades. 

Nos momentos de desespero ou tristeza, é fundamental tirar o foco do que te deixa triste e focar naquilo que você já tem! Se você está enfrentando um problema de saúde, procure focar em outras áreas que você esteja bem, como sua vida profissional, seus amigos ou familiares, que estão sempre com você.

Nada irá adiantar se debruçar por muito tempo sobre o problema. Você precisa se levantar, olhar para o futuro e dar a volta por cima!

 3 – “Projeto um futuro brilhante”

shutterstock_333005096

A terceira coisa que Jason diz na música é dar uma pausa, tomar um fôlego e deixar o capítulo terminar. “Projeto um futuro brilhante, diferente do que minha vida tem sido.” Ter uma visão positiva sobre o futuro fará você perceber que existe um novo a ser alcançado.

Para que isso, seja mais concreto, imagine agora como será sua vida quando tudo isso passar e como será quando você realizar o que tanto sonhar. Tenha sempre em mente uma “imagem mascote”, uma cena que sempre te traz bons sentimentos. Algo que você quer muito conquistar ou algum momento muito bom que você já viveu, que gostaria que se repetisse. Você verá! As coisas vão começar a mudar!

Jason e a música

Com uma família de fazendeiros, Jason é muito ligado à natureza, e é da paz que ele encontra inspiração para muitas de suas músicas. 3 things, assim como todas as composições de Jason, encanta pela simplicidade e harmonia.

Música (tradução):

3 Coisas

Eu faço três coisas quando minha vida desmorona

Número um: choro muito e seco meu coração
Sem isso minha vida nova não começa
Essa é a primeira coisa que faço quando minha vida desmorona

Oh, a segunda coisa que faço é fechar meus olhos
E agradeço por cada momento da minha vida
Vou para onde sei que o amor está e deixo que ele me preencha
Juntando forças do sofrimento
Estou feliz sentir-me vivo

E as coisas estão melhorando
Sei que acima das nuvens o sol está brilhando
As coisas estão melhorando
O amor é a resposta em que estou me apoiando

Bem, a terceira coisa que faço agora, quando meu mundo cai
É dar uma pausa, tomar um fôlego e deixar o capítulo terminar
Projeto um futuro brilhante, diferente do que minha vida tem sido

E eu tento, tento, tento, tento, tento de novo
Sim, eu tento, tento, tento, tento, tento de novo

As coisas estão melhorando
Sei que além da escuridão o sol está nascendo
As coisas estão melhorando
Sei que acima das nuvens o sol está brilhando
As coisas estão melhorando
O amor é a resposta em que estou me apoiando
Três coisinhas

Aonde foram parar meus sonhos de criança?

shutterstock_447407302

Esses dias assisti a um filme que me fez refletir sobre algo que, até então, não tinha parado pra pensar a fundo: onde foram parar meus sonhos de criança? No mesmo instante parei e voltei aos meus seis anos de idade e lembrei do que sempre quis ser quando tivesse a idade que tenho hoje. Sonhava em ser jornalista de TV, apresentando um jornal ou um programa de TV. 

Até muito tempo esse sonho ficou bem vivo em minha mente, não sendo à toa e sem nenhuma dúvida, que escolhi a faculdade de Jornalismo. Conhecendo um pouco mais a realidade da profissão, percebi que não era bem com TV que queria trabalhar… mas enfim.. aqui estou! Creio que a essência do sonho permaneceu!

O filme que me despertou para esse momento importante da minha vida foi Duas Vidas. Ele conta a história de Russ Duritz, um profissional bem-sucedido com a vida de cabeça para baixo, que encontra Rusty, ele mesmo com apenas 8 anos. Sua miniatura de 8 anos, fica perplexo ao ver que sua versão adulta chegara aos 40 anos sem ter um cachorro, sem ter uma esposa e sem pilotar um avião, seu grande sonho.

duas vidas

No filme, Russ sonhava em ser aviador, mas acabou se tornando um assessor de imagem frustrado. Ele não tinha relacionamento nenhum com seu pai e sempre evitou lembrar de sua infância. Por isso, eu te pergunto: O que você faz hoje tem haver com aquilo que sempre sonhou quando criança? 

No ápice do filme, Russ volta ao seu passado e consegue se lembrar do grande trauma causado pelo seu pai, que paralisou de vez seus sonhos. A partir desse momento, ele conseguiu identificar tudo que o impossibilitou de ser plenamente feliz. No mesmo instante, eu me perguntei: onde meus sonhos se transformaram? Qual o momento foi decisivo na minha vida para que eu deixasse de lado algumas coisas que sempre quis.

E você? Lembra onde o seu sonho parou? O que te impediu de continuar sonhando com aquilo que brilhava seus olhos quando criança? Às vezes nossos sonhos mudam à medida que crescemos, mas a essência sempre fica! Qual a essência que ficou em você? O que você faz hoje tem a ver com o que você sonhou?

Caso nada esteja como planejado, chegou a hora de dar uma pausa! Pare um pouco e pense se o que você faz hoje realmente te faz feliz. Pense se você está no caminho certo para conquistar aquilo que tanto sonhou, aquilo que brilhavam os seus olhos quando criança.

Se tudo estiver de acordo com os seus sonhos, parabéns! 😀 Não tire o foco daquilo que realmente te inspira a ser alguém melhor! Caso você perceba que não está no caminho que te trará a verdadeira felicidade, faça igual ao Russ, volte aos seu passado e identifique o momento em que deixou de sonhar e crie um novo amanhã!

Se você gostou do que leu, comenta aqui embaixo! Se não gostou, comenta do mesmo jeito!

Até mais… 😉

O que ninguém me falou sobre A Cabana

a cabana o lado bom

Quero hoje falar sobre um filme que me despertou para diversos questionamentos até então sem explicação. Um filme que certamente veio ser luz e esperança para muitos jovens que nunca tiveram contato nenhum com Deus. A Cabana, uma grata e delicada surpresa sobre as diversas formas de Deus se manifestar conosco. Um filme que mostra um Papai cheio de amor, que não julga, não condena, apenas ama.

Como eu não tinha lido o livro (ainda bem), foi tudo muito surpreendente. Desde a forma que Deus se manifestou para Mack, até a forma que Ele ensinou o sentido do verdadeiro amor. Até a metade do filme, ainda tinha aquela esperança da criança reaparecer, mas logo depois fui percebendo o propósito. O filme tenta explicar de uma forma totalmente amorosa e piedosa que a morte não é o fim, que toda dor tem um porquê e por trás de quase todas as tristezas que vivemos tem um perdão a ser dado.

a-cabana-jesus-agua-filme

Antes de assistir ao filme evitei ler sinopse ou assistir trailer. As críticas sempre apareciam na frente. Ouvi falar de muitas heresias, pecados, blasfêmia, enfim. Mas tiveram algumas observações que não vi em lugar nenhum. O filme (assim como o livro) não é baseado em fatos reais e nem na Bíblia, o filme é uma ficção. Uma linda ficção que pode ser a primeira experiência de alguém com o Amor de Deus.

Quantas pessoas não conheceram a Deus ao ler ou assistir A Cabana? Quantos pessoas passaram a entender e a conviver com a morte de alguém muito querido, após assistir à experiência de Mack? Quantas filhos não perdoaram seus pais? Quantos pais não passaram a dar mais amor aos seus filhos?

A Cabana, para mim, vai muito além de um filme, é uma experiência espiritual. É uma pequena amostra da grandeza que é o Amor do Pai. É um pequeno exemplo de uma vida completa e feliz com a luz da santíssima Trindade. É autoconhecimento. Um bom momento de você olhar para dentro de si e enxergar que é hora de parar, buscar a Deus para enfim recomeçar. É não desistir de remar e olhar para Deus quando tudo parecer difícil.

Quantas vezes Deus nos convidou a voltar à alguma cabana de nossas vidas para curar de vez uma dor ou mágoa profunda? Quantas vezes nos acomodados com esse sentimento ruim dentro de nós, virando aquela mágoa de estimação?

a cabana

Aprendi que o mal existe, mas que ele não vem de Deus! O mal não vem de Deus!!! Mas ele, sendo pai e Amor, consegue (se permitirmos) transformar tudo de ruim em aprendizado, em crescimento e em força. Ele, com todo seu amor, nos dá tudo que precisamos para um recomeço! Afinal, nascemos para amar e sermos amados!

Mas para mim, o que ficou mais forte é que muitas vezes achamos que somos juízes  e só sabemos apontar aquilo que os outros tem de pior. Porém, quando, no filme, a Sabedoria encontra Mack e o coloca como de fato um juiz, escolhendo entre os seus dois filhos, ele ver o quanto é essa posição não compete ao homem. Apenas Deus é capaz de julgar!  “Desista de ser juiz e no meio da sua dor, você poderá abraçar o amor e esse é o início da viagem para casa…”

Por que um elogio pode salvar o dia de alguém?

elogio

Você já parou pra pensar que todo mundo tem algo de bom para ser notado? Quantas vezes você já reparou algo interessante em alguém e não comunicou essa virtude em forma de elogio? Você não tem ideia de como isso pode transformar o dia de alguém. Você não tem noção o quanto um simples elogio pode impulsionar uma pessoas para a realização de grandes coisas!

Mas não adianta querer elogiar ou validar alguém só para ela se sentir melhor ou para levantar sua auto estima. Um elogio precisa ser verdadeiro, precisa vir do coração, porque do contrário disso soa como falsidade. Já parou pra pensar se toda vez que ficasse surpreso com a competência do trabalho de alguém, você comunicasse isso? Ou visse algo bonito em alguém? Quantas pessoas você teria feito mais feliz?

Acho que foi exatamente assim que pensou a professora Sandra Cristina do Centro de Educação Integrada de Maracajaú, em Maxaranguape (RN). Ela criou um método de incentivar seus alunos a ver apenas o lado bom de seus colegas. Com caderno de elogios, criou o hábito da molecadinha ter que, no início ou final da aula, escrever e ler algo positivo sobre os colegas de classe, professores ou funcionários. Não é genial? Uma ideia simples, mas que certamente trará benefícios para o resto da vida dessa turminha.

elogio 3

“Tenho vinte anos de experiência na sala de aula, mas só há dez anos atrás pude comprovar o quanto é importante elogiar e valorizar a autoestima das crianças. A ideia é extrair o que as crianças têm de melhor. Durante alguns minutos, agradecemos por tudo o que temos e pensamos em sonhos que já foram realizados. Apesar de enfrentar resistência no início, aos poucos começamos a alcançar os nossos objetivos.”

Com essa iniciativa, os alunos do quinto ano do ensino fundamental passaram a ter melhor concentração, o que facilita bastante o rendimento nas atividades escolares. Você tem alguma dúvida de que o elogio faz bem tanto a quem pratica quanto a quem recebe o elogio? Certamente essas crianças serão no futuro profissionais satisfeitos e engajados, uma vez que os nutrir relacionamentos interpessoais ajuda a desenvolver esforços extras, de acordo com um estudo de Harvard.

Também acreditando no poder transformador que tem um elogio, o fotógrafo turco Mehmet Genç fez um lindo trabalho registrando mulheres ao serem chamadas de bonitas. Um elogio gratuito, simples, mas claramente poderoso. O nome do projeto não poderia ser mais claro e direto: You Are So Beautiful (Você é tão linda).

elogio

 

elogio

 

elogio

Você viu que é possível transformar o dia de alguém com um simples elogio? Basta se desprender um pouco do ego ou do orgulho e comunicar aos outros o que eles têm de melhor. Você verá, além de outras coisas, o quanto isso trará mudanças para os seus relacionamentos e fará com que as pessoas sintam-se bem em sua companhia!

 

Por que viajar virou sinônimo de qualidade de vida?

viajar

Preciso compartilhar com vocês a maravilha que é conhecer novos lugares. Além da alegria de vivenciar uma nova cultura e fazer novos amigos, viajar é uma experiência que também faz um bem danado ao nosso cérebro, de acordo com diversas pesquisas no mundo inteiro sobre o assunto.

Atualmente, fazer uma viagem é bem mais democrático e barato que antigamente. Conhecer novos lugares, particularmente, é uma das experiências que mais me realiza pessoal e profissionalmente. Afinal, ela é a consequência de um bom planejamento, qualidade de vida e dedicação ao longo de um certo tempo.

De acordo com um estudo do professor Adam Galinsky, da Columbia Business School, viajar pode também, turbinar sua capacidade cerebral e mudar sua personalidade para melhor. Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, Galinsky disse que não basta, apenas, passear pelos pontos turísticos, é preciso mergulhar de cabeça na experiência.

Partiu RJ

Foi justamente isso que tentei fazer na minha última viagem ao Rio de Janeiro. Uma trip rápida, mas que aproveitei bem cada segundo e cada lugar que ainda não conhecia. Visitar o Rio para mim é sempre surpreendente, cada viagem parece a primeira, mas a sensação de estar em casa é sempre a mesma.

Certamente já deve ter algum estudo científico sobre os encantos do Rio ou alguma pesquisa que explique qual o mistério daquela cidade. Mas, pensando bem, acho que não é necessário nada muito técnico para explicar algo tão emocional e sensitivo. Basta se render um pouco mais aos encantos da cidade e ver que a beleza mora em todo lugar.

Foi assim que conheci a Pedra do Telégrafo, localizada em Barra da Guaratiba, Zona Oeste, um dos lugares com o visu mais lindo que já vi. Foi o momento de agradecer a Deus por tamanha grandeza e de sentir a presença dEle em cada detalhe. Foi o momento de realmente mergulhar em cada em cada segundo, desde subida (bem cansativa, por sinal) até as pessoas que apareceram no caminho para me guiar nesse passeio.

WhatsApp Image 2017-03-15 at 11.00.58 (1)

Viaje mais

Em outra pesquisa coordenada pelos psicólogos Dra. Julia Zimmermann e Dr. Franz Neyer, constatou-se que pessoas que viajam mais são, na maioria dos casos investigados, mais felizes. Para chegar ao resultado, os pesquisadores entrevistaram diversos estudantes de universidades da Alemanha. Os que haviam passado um tempo fora mostraram maior estabilidade emocional e vontade de se abrir para novas experiências.

Sinceramente, nunca tive dúvidas sobre isso! Sair do seu quadrado e conhecer uma nova cidade ou país, pode abrir sua mente para o novo e te fará ter muitos motivos para sorrir. Por isso que sempre digo: viajar é um investimento! É investir no seu intelecto, na sua felicidade e no seu crescimento pessoal.

rj1

Não faça da sua viagem uma fuga

Poder viajar, pelo menos uma vez por ano, para onde você deseja deve ser consequência da sua vida bem sucedida e não a fuga de uma rotina infeliz. Conheço algumas pessoas que vivem em função do próximo destino ou de morar fora por não estarem satisfeitas com seu dia a dia de trabalho ou com seu ciclo de amigos. Tenha certeza de uma coisa: a felicidade mora dentro de você!

Viaje e ajude outras pessoas

Já não basta todos os benefícios que uma viagem trás para você, ela ainda pode trazer um pouco mais de felicidade a vida de muita gente. Isso mesmo! Sabe aqueles sabonetes e shampoos que ficam nos banheiros dos hotéis? Você pode trazer de volta para casa e doar para uma iniciativa bem bacana.

O projeto Mini Gentilezas ajuda pessoas em situação de rua com produtos de higiene pessoal arrecadados em todo o Brasil. Todos os produtos doados são direcionados a instituições que já ajudam pessoas em situação de rua nas cidades.

Agora é só se planejar e escolher seu próximo destino. Não deixe para depois a viagem que você pode fazer este mês.

O quanto seus amigos determinam quem você é?

contágio social

Esses dias eu estive pensando em quantas novas coisas venho fazendo (e aprendendo) ultimamente. Coisas que jamais me imaginava ter entusiasmo em fazer. Está escrevendo, por exemplo, um blog seria algo que, há uns três anos atrás, não iria me atrair tanto. Estudar novas coisas, ler constantemente novos livros é algo que também não fazia muito parte da minha rotina.

Não demorou muito para que eu percebesse o porquê desses novos hábitos. Quando eu vi quais eram as novas pessoas que faziam parte da minha rede de relacionamentos, logo me dei conta do quanto estava sendo influenciada, positivamente, em muitas áreas da minha vida. Em um ambiente de trabalho onde se tem pessoas que empreendem, escrevem, têm o hábito da leitura e procuram sempre se aperfeiçoar, é claro que eu não poderia reagir diferente.

Ok! Mas eu só posso me influenciar com o que os outros têm de bom? Não, não! O Contágio Social é uma via de mão dupla! Tudo parte de uma escolha e eu escolhi me influenciar pelo que as pessoas têm de positivo. Eu escolhi está perto de pessoas que têm mais virtudes do que defeitos para compartilhar. E aqui eu poderia até citar filmes, músicas e lugares que também determinam muito do que somos, mas optei por falar apenas de pessoas. Elas já são o suficiente para persuadir nossos comportamentos.

Não é apenas sua rede de amigos diretos que influenciam você. Os amigos dos seus amigos também determinam sua personalidade. No livro O Poder das Conexões, os pesquisadores James Fowler e Christian Hempelmann explicam bem como alguém pode ser diretamente influenciada. Eles afirmam que uma pessoa feliz aumenta em 15% as chances de felicidade de seus amigos, em 10% as chances de felicidade dos amigos dos seus amigos (conexões de 2º grau) e em 6% as chances dos amigos dos amigos dos seus amigos (conexões de 3º grau).

amigos

A partir do momento que me dei conta da importância do Contágio Social para o meu crescimento tanto pessoal quanto profissional, passei a enxergar o que as pessoas que me cercam têm de melhor. Passei a selecionar mais quem está a minha volta. Afinal, (acredite) cada uma delas definem, de alguma forma, minhas atitudes.

Todos nós estamos expostos a um sincronismo e equilíbrio. O meu grupo social e meus relacionamentos estão diretamente sincronizados comigo. As pessoas podem ser diferentes, mas as vibrações emocionais são parecidas. Pessoas muito ciumentas, por exemplo, que têm uma desconfiança exagerada do(a) esposo(a), provavelmente, convivem com pessoas igualmente ciumentas. Pessoas que gostam muito de praticar esportes, certamente convivem com pessoas que possuem a mesma preferência.

Não resta dúvidas! Se você ainda não adquiriu alguns hábitos que te levam a ser o que sempre quis, conviva com quem já os conquistou! É simples! Esse é o primeiro passo! E sem que eu perceba, isto funcionou bastante comigo. Parece que se torna até mais fácil conquistar algo novo. Afinal, o que eu julgava muito difícil de conquistar, outra pessoa foi lá e mostrou que era possível. Por que não seguir os passos de quem já acertou?